mais sobre mim

posts recentes

Está Esperta

A minha princesinha

Noticias nossas

Feliz Natal

15 mesinhos

O meu irmão

Um novo trabalho

A minha bebé

A minha princesinha está ...

Os meus dentinhos

A minha princesinha tirou...

A minha princesa tem gess...

Hoje é o dia do meu anive...

Adoro a avó gordinha e o ...

Aminha bebé esteve doenti...

arquivos

Maio 2008

Março 2008

Fevereiro 2008

Dezembro 2007

Novembro 2007

Outubro 2007

Setembro 2007

Julho 2007

Junho 2007

Maio 2007

Abril 2007

Março 2007

Fevereiro 2007

Janeiro 2007

Dezembro 2006

Novembro 2006

Outubro 2006

Setembro 2006

tags

a minha princesinha

avó gordinha

marido especial

mulheres

páscoa

ser mãe

todas as tags

links

pesquisar

 
blogs SAPO

subscrever feeds

Domingo, 8 de Julho de 2007

Adoro a avó gordinha e o avô Zé

 Olá miguitas , a minha princesinha já anda já diz papá e mamã.  O avô Zé telefona todos os dias para a pequenina e ela adora falar com ele ao telefone. Todos os dias quando chega do trabalho se lá estivermos em casa brinca com ela, corre com ela, rebola no chão, fazem trinta por uma linha como se costuma dizer. Ele diz que esta neta é a alegria da vida dele. A minha mãe é que "coitada" já não "tem" pernas para ela. A princesinha já só quer andar e andar e quase não quer a arranha ás vezes já nos doem as costinhas. Mas é tudo por uma boa razão.

 Vou tentar dar-vos noticias dela mais vezes.

 Uma beijoquinha encantada cheia de magia

Mimado por fadinha às 17:21
link do post | Miminhos | favorito
3 comentários:
De Marita a 30 de Julho de 2007 às 22:51
A tua menina esta a ficar cada vez mais independente! Como eles crescem tao rapido nao é?
:)

beijinhos
De Palavras Soltas a 9 de Agosto de 2007 às 22:34
É uma ALEGRIA!!!... Imagino... Sei como é..

Um grande Beijinho... (Prá Princesinha também... :)
De meufofucho a 10 de Agosto de 2007 às 15:52
que bom que está tudo bem com a tua princesa!!
Deve ser uma satisfação enorme ver estas etapas da vida!!
beijoquinhas e fiquem bem

Comentar post

"Em cada manhã te são entregues vinte e quatro horas de ouro. São uma das poucas coisas neste mundo que estão livre de impostos. Se tivesse todo o dinheiro do mundo, não poderia comprar nem mais uma hora. Que farás com tão valioso tesouro? Lembra-te, tens de o usar, pois só te é oferecido uma vez. Se o desperdiçares, não o poderás recuperar.”